Com mudança no protocolo e atualização do sistema, casos suspeitos de covid-19 aumentam em Campo Verde




Com mudança no protocolo e atualização do sistema, casos suspeitos de covid-19 aumentam em Campo Verde

Altair Timoteo de Araújo, secretário municipal de Saúde de Campo Verde

O Ministério da Saúde tem feito ajustes nas definições de casos suspeitos de contaminação pelo covid-19 e desde a última segunda-feira (24), o protocolo para os casos suspeitos de contaminação pelo vírus, mudou.

Até então, somente as pessoas que apresentavam febre acima de 37,8 graus, sintomas de gripe ou com tosse e que tivessem tido contato com pessoas contaminadas ou viajaram para locais onde há casos confirmados da doença eram consideradas como suspeitas de estarem com o coronavírus.

“Nosso município tem acompanhado tanto os protocolos do Ministério da Saúde quanto o do Estado de Mato Grosso, e por isso houve sim uma contribuição nesses aumentos”, explicou o secretário municipal de Saúde, Altair Timoteo de Araújo.  “O segundo motivo foi que o sistema apresentou algumas falhas e instabilidade que, após as correções, contribuíram para elevar a quantidade de casos”, completou.

Com a mudança no protocolo, qualquer sinal de gripe e alteração na temperatura corporal passaram a ser considerados sintomas para o covid-19.  Com isso, o número de pessoas que se encaixam como suspeitas de estarem com o novo coronavírus em Campo Verde saltou de 7 na última segunda-feira (24) para 21 no final da tarde de hoje (25). Dos 31 casos suspeitos notificados até agora, 10 foram descartados.

De acordo com Araújo apesar do aumento no número de casos suspeitos, não há motivo para a população entrar em pânico e que os pacientes com suspeitas da doença apresentam apenas uma síndrome gripal leve.

“Estão todos sendo monitorados pelos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, médicos, enfermeiros e estão em suas residências em isolamento aguardando os resultados dos testes que já foram encaminhados para o MT Laboratório”, informou.

Araújo enfatizou que o fato de Campo Verde estar seguindo a risca os protocolos e as medidas determinados pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual de Saúde, demonstra a preocupação da Administração Municipal em ter o controle epidemiológico da doença, que já está disseminada por todo o Brasil.

“Estamos trabalhando sim para manter esse controle, o controle social, o controle [de locais] onde se formam grupos de pessoas, para que não dissemine a doença numa velocidade tão rápida, que é o que pode causar um problema maior no sistema de saúde pública do Município”, disse Araújo.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, as medidas tomadas na contenção do covid-19 estão alcançando os objetivos e que novas ações somente serão implantadas se for preciso.

“De acordo com a necessidade tomaremos decisões, tanto liberando os serviços que estão hoje suspensos, como também, se tiver necessidade, tomar medidas mais duras para ter o controle da doença no município. Nossa população tem colaborado muito conosco, tem entendido a necessidade, o momento, e acredito que iremos passar logo [por] esse problema”, disse.

Categorias: Saúde

Sobre o autor