Professores da Escola Jupiara pedem reforma ao adjunto de Educação




Professores da Escola Estadual Jupiara, localizada no bairro de mesmo nome, em Campo Verde, pediram na tarde desta quarta-feira (14) ao secretário-adjunto de Educação, Cultura e Esportes, Leonardo de Oliveira, que interceda junto ao Governo do Estado para que o prédio possa ser reformado.

A reforma, de acordo com a professora Jaqueline Borges de Paula, é uma reivindicação antiga. “A Escola está querendo essa reforma há mais de dez anos. Em março do ano passado nós começamos uma ação com os alunos e com a comunidade aqui”, informou. Segundo ela, quinze ações foram realizadas nesse período.

A primeira ação, de acordo com a professora, foi o encaminhamento, no ano passado, de cartas para o governador Pedro Taques solicitando as reformas. Após as cartas, de acordo com a educadora, o posicionamento do Governo Estadual foi o de se comprometer em realizar a reforma, porém, nenhuma ação com relação ao pleito foi executada pelo Estado.

Este ano, novamente, e desta vez com a participação do prefeito de Campo Verde, Fábio Schroeter, uma nova reunião com a Secretaria Estadual de Educação, Esportes e Lazer foi realizada. “Ficou acordado que a Prefeitura de Campo Verde ia elaborar um projeto da reforma, mandar para a SEDUC e assim firmar um convênio para repassar o dinheiro e abrir um processo de licitação para a reforma”, disse Jaqueline.

Conforme frisou Jaqueline, a ajuda ao secretário-adjunto foi pedida “para potencializar a ação junto a SEDUC para a celebração desse convênio”. A professora classificou a reforma como importante, por ser a Jupiara a primeira escola de Campo Verde.

A melhoria do ambiente escolar, segundo Jaqueline, vai interferir positivamente na vida dos alunos e dos moradores do bairro, que é o mais antigo de Campo Verde. “A comunidade aqui sofre um estigma muito grande de falta de autoestima, só de ter começado essa ação em 2016, a gente vê uma melhora no processo ensino-aprendizagem porque as crianças ficam mais motivadas”, disse.

Leonardo de Oliveira concordou com a professora Jaqueline sobre a importância das reformas. Segundo ele, a demanda será levada ao Secretário Estadual de Educação, Marco Marrafon. “Sensibilizou a nossa equipe as necessidades dessa escola. Nós vamos até a SEDUC, vamos sentar com o secretário Marrafon para ver se a gente consegue agilizar o mais rápido possível essa questão da reforma”, disse. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Educação e Cultura