Ex-profissionais elevaram nível técnico da semifinal da Copa Master




Ex-profissionais elevaram nível técnico da semifinal da Copa Master

Fernando Vila Nova, ex-Juventude (MT)

O confronto entre Campo Verde Master e Primavera Master teve um incremento a mais que elevou o nível técnico da partida: A presença em campo de seis ex-jogadores profissionais.

Pelo Campo Verde, o grande destaque foi o ex-lateral e ex-meia esquerda Elias, que atuou pelo Corinthians Paulista entre 1990 e 1994. Aos 48 anos, o ex-jogador vive em Cuiabá – cidade onde iniciou no futebol defendendo o Mixto – e atua como empresário.

Outro ex-atleta profissional que defendeu o Campo Verde na semifinal da Copa Master foi o atacante Moreno, ex-Juventude de Primavera do Leste. Moreno estava em campo pela Copa do Brasil de 2001, no jogo em que a equipe mato-grossense venceu o Fluminense (RJ) por 3 a 1.

O Campo Verde Master tinha em campo também os ex-jogadores Zezé e Carlinhos Garcia. Prata da casa, Zezé teve passagem pelo Mogi-mirim, CRAC e vários times do Nordeste. Também prata da casa, Carlinhos Garcia integrou a equipe “B” do Barcelona e jogou em times da Arábia Saudita.

O Primavera Master também teve em sua equipe ex-jogadores profissionais, que depois de encerrarem a carreira, optaram por continuar morando em Primavera do Leste, como Serginho, que defendeu o Cascavel (PR) e Fernando Vila Nova, outro que estava em campo na histórica vitória do Juventude sobre o Fluminense em 2001 pela Copa do Brasil.

Na próxima sexta-feira (28) os dois voltam a campo para enfrentarem o Amigos da Chapada, em jogo valendo o título da I Copa Master de Futebol. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Esportes e Lazer

Sobre o autor