Pacientes do CAPS têm manhã de pescaria




Pacientes do CAPS têm manhã de pescaria

Os pacientes do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) da Secretaria Municipal de Saúde tiveram uma manhã diferente nesta quinta-feira: participaram de uma pescaria seguida de um piquenique no Parque das Araras, um dos lugares mais bonitos e agradáveis de Campo Verde. Homens do Corpo de Bombeiros, cuidaram da segurança dos participantes.

A atividade, de acordo com a diretora do CAPS, Aliciane Andrade, foi pensada como forma de proporcionar aos pacientes, momentos de descontração e relaxamento em um ambiente agradável e cheio de belezas naturais.

Esse contato com a natureza, conforme destacou a diretora do CAPS, fortalece os vínculos entre os pacientes, reduz os estresse e contribui para uma maior eficiência do tratamento. “Cada vez mais as pesquisas têm mostrado que a falta da natureza tem nos prejudicado muito. A gente não tem nem como avaliar o benefício que isso traz para o paciente”, ressaltou Aliciane.

Psicólogo do CAPS, Orivaldo Salles também destacou a importância e os benefícios das atividades ao ar livre para os pacientes. “Essa atividade é muito importante no sentido de produzir um relaxamento, de produzir uma redução das tensões”, observou.

Tá nervoso? Vá pescar! – O ditado popular, de acordo com Salles, se aplica muito bem à atividade desenvolvida na manhã desta quinta-feira. “Para os pacientes do CAPS isso é muito mais importante. Toda a dificuldade psicológica que existe pode ser amenizada, pode ser reduzida com momentos de lazer, de pescaria”, observou.

Pesca proibida – Responsável pelo Parque das Araras, o servidor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, Airton Servieri, alertou que a pesca no lago do Parque das Araras é proibida. A liberação para os pacientes do CAPS, conforme destacou Servieri, foi feita em caráter excepcional. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Saúde

Sobre o autor