Investimentos do Município em Saúde foram de R$ 30 milhões em 2015




Investimentos do Município em Saúde foram de R$ 30 milhões em 2015

114Durante a inauguração da sede das Vigilâncias em Saúde Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, e também das obras de reforma e ampliação da USF Olímpia Stecanella Macarini, no último dia 13, o prefeito Fábio Schroeter falou sobre os investimentos que a Administração Municipal tem feito na Saúde Pública de Campo Verde.

Ele destacou que em 2015 o município investiu, em números redondos, R$ 30 milhões no setor. Somente no Hospital Municipal Coração de Jesus, administrado pela Associação Social Amigos da Solidariedade, são R$ 750 mil por mês.

Fábio salientou que os investimentos refletem diretamente na qualidade dos serviços ofertados à população, seja na saúde de atenção básica, que conta com médicos em todas as Unidades de Saúde, ou na saúde especializada, onde o município conta, entre outros, com cardiologista, pediatra, fisioterapeuta e ginecologista e obstetra, que atendem no Centro de Especialidades Médicas (CEM) e no Centro de Atendimento Integrado da Saúde da Mulher (CAISM).

Os investimentos feitos durante o ano passado superaram 30% do orçamento total do município. Esse percentual representa o dobro do que determina a Lei. “A população cobra saúde. São prioridades Saúde e Educação”, destacou Fábio Schroeter. “Embora a nossa responsabilidade seja 15%, não tem como nós colocarmos 15% só em Saúde, até porque nós temos um hospital que acaba consumindo uma boa parte do recurso”, completou.

Fábio disse que para 2016 os investimentos continuarão sendo altos. “Esse ano não vai ser diferente, pelo menos R$ 30 milhões serão gastos em saúde em Campo Verde. Isso dá uma média de R$ 2,5 milhões por mês”, observou. “E vamos falar a verdade: se a gente tivesse mais recursos, iria mais”, completou.

O prefeito lembrou que a falta de recursos dos Governos Estadual e Federal acaba recaindo sobre o Município, que muitas vezes precisa arcar com responsabilidades que não são suas, como os tratamentos de alto custo. “Por isso que nós gastamos tanto: para fazer melhor para nossa população. É o que nós temos procurado fazer”, salientou.

Fábio também elogiou o trabalho que é desenvolvido pelo quadro de funcionários da Saúde. “Eu quero parabenizar todos os servidores nossos, que fazem um ótimo trabalho, porque estrutura só não adianta. Temos que ter é gente, gente capacitada, gente competente e gente com vontade de fazer. E isso nós temos”, destacou.

Ele também afirmou que o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Saúde será mantido. “Vamos continuar nessa linha”, garantiu. “Vamos colocar os recursos que nós tivermos para melhorar cada vez mais a Saúde do nosso município”, completou.

Mais investimentos – Como destacou o prefeito, os investimentos feitos pela Administração Municipal na Saúde não são poucos. São recursos do Governo Federal, do Governo Estadual ou do Município que são aplicados tanto na melhoria do atendimento quanto na estrutura física, como as obras da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, que estão em fase final de conclusão e a UBS Central, no bairro Estação da Luz.

As obras de reformas e ampliação da UBS Olímpia Stecanella Macarini também foram feitas com recursos do Governo Federal, através da Fundação Nacional de Saúde, e do Município. No entanto, como salientou o prefeito, é preciso mais.

“Teremos que construir mais postos de saúde porque a população está aumentando. E para que a gente consiga dar um atendimento de qualidade, um atendimento digno para a população, é preciso que a gente construa mais Unidades de Saúde. E é claro que só com o nosso recurso não tem como, nós precisamos do investimento do Governo Federal – e este investimento está sendo buscado. Tudo isso para que a gente possa proporcionar uma saúde de melhor qualidade para nossa população, apesar de todas as dificuldades que temos visto”, disse (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Saúde

Sobre o autor