Alunos recebem certificados do curso de operador de máquinas




IMG_9190-1Na última terça-feira (3), 85 alunos que participaram do curso de operador de máquinas e implementos agrícolas receberam os certificados de conclusão, em cerimônia realizada Centro de Atendimento ao Idoso Benno Jhonner e que contou com a presença de várias autoridades.

O curso, que teve a duração de 15 dias, foi ministrado através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria de Estado de Trabalho e Cidadania, John Deere, Case IH, Basf, SENAR, Sindicato Rural e Empaer.

Para a secretária de Assistência Social de Campo Verde, Rosilene Sangüine Schroeter, a realização de mais um curso mostra que a Administração Municipal está cumprindo com uma de suas metas, que é a de qualificar um número cada vez maior de pessoas. “Com certeza a gente está muito feliz com essa sensação de missão cumprida, porque a gente qualificou 85 pessoas que vão, a partir de agora, estar aptas ao mercado de trabalho”, disse.

A secretária ressaltou que o mercado atual exige cada vez mais capacitação profissional devido ao alto grau de tecnologia dos maquinários e equipamentos agrícolas. “E no campo não é diferente. As máquinas vêm cada vez mais equipadas com aparelhos modernos e eu vejo que esses cursos são importantes para esses trabalhadores”, completou.

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Aparecido Rudnick, que representou o prefeito Fábio Schroeter no evento, classificou como importante a realização de cursos de qualificação voltados ao trabalhador do campo. “Principalmente por nosso município ser extremamente agrícola”, destacou. “E a força do agronegócio é muito grande. Então é de fundamental importância cursos como esse”, disse.

Elzira Batista Lopes, superintendente de Qualificação da Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social, também destacou a importância do curso. “Estamos aqui hoje com 85 alunos qualificados”, disse. “Esses alunos estão preparados para uma formação inicial para operadores de máquinas agrícolas. Isso é gratificante, missão cumprida e a gente só tem a agradecer à Prefeitura Municipal e a todos os parceiros envolvidos”, completou.

Formado em Administração de Empresas, Bráulio Lelis decidiu fazer o curso de olho nas oportunidades de trabalho ofertadas pelo campo mesmo sem nunca ter operado uma colheitadeira. “Esse curso foi de extrema importância, pois tivemos, dentro das aulas práticas e das aulas teóricas, muitos conceitos que a gente não tinha de uma máquina. Foi uma experiência ótima e, a partir de agora, é correr atrás, pegar uma experiência legal como auxiliar, para, na próxima safra, poder estar operando uma máquina”, completou.

Operador de máquinas há trinta anos, Valdecir Feliciano fez o curso para se aperfeiçoar ainda mais na profissão. “Nem tudo a gente tem o conhecimento. E nesse curso eu aprendi muitas coisas que eu não tinha acesso a essas informações”, disse.

Cinco participantes do curso foram selecionados para testes na empresa Iguaçu Máquinas, que representa a marca John Deere na região, e os 30 melhores avaliados ganharam o curso de operação de GPS, que começou na quarta-feira (4). (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação)

Categorias: Noticias