Potencial produtivo de Campo Verde impressiona missão japonesa




IMG_8058-1Uma comitiva formada por empresários japoneses representantes de grandes conglomerados empresariais do Japão, como a Toyota, esteve em Campo Verde na última sexta-feira (16) para conhecer o potencial produtivo do município. A força do agronegócio no município impressionou os visitantes.

O grupo veio a convite do Governo de Mato Grosso e, de acordo com o vice-governador Chico Daltro, que acompanhou os empresários, o objetivo da visita foi conhecer as características do estado para futuros investimentos. “Sobretudo na área de comercialização de alimentos”, frisou o vice-governador.

De acordo Chico Daltro, Campo Verde foi escolhido por ter características econômicas que retratam o que é o estado de Mato Grosso na produção de grãos, pluma e carne. Durante a visita ao município, a comitiva japonesa conheceu as fazendas do Grupo Bom Futuro, onde são cultivados anualmente mais de 30 mil hectares de lavouras de algodão, milho e soja.

O Grupo investe também na criação de 15 mil bois pelo sistema de confinamento e semi-confinamento, e produz por ano 1,5 milhão de toneladas de peixes em 180 hectares de lâmina d´água. Na Fazenda Fartura, os executivos japoneses conheceram uma unidade de beneficiamento de sementes de soja com capacidade para produzir 20 mil sacas por dia.

Para o prefeito Fábio Schroeter, a visita foi importante para o município, pois poderá resultar em investimentos e serviu para mostrar toda tecnologia aplicada na produção de alimentos e pluma. “Eles vieram ao lugar certo. Aqui é o lugar onde o agronegócio, realmente, usa da mais alta tecnologia para sua produção. Nós ficamos muito satisfeitos em ter Campo Verde reconhecido”, disse.

Elusmar Maggi Scheffer, um dos sócios do Grupo Bom Futuro, lembrou que o Japão já é um forte parceiro comercial. “As multinacionais, as tradings já compram nosso algodão, nossa soja e nos ajudam nos sistema do agronegócio”, observou,

A visita dos executivos é vista como resultado da realização da Copa do Mundo, que terá uma de suas sedes em Cuiabá. “Foi bastante oportuna a vinda da missão aqui, porque, através do jogo da seleção japonesa em Cuiabá, a população inteira do Japão estará prestando atenção em Mato Grosso”, disse o chefe da missão, Shoichiro Oka, executivo da Suitomo Corporation e presidente da Câmara de Comércio Brasil-Japão.   (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação)

Categorias: Noticias