Assistência Social e PM farão abordagem diária a moradores de rua




Durante uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (22) no Paço Municipal Prefeito Onescimo Prati, ficou definido que serão realizadas ações visando orientar e reduzir a presença de moradores de ruas em Campo Verde.

Uma das ações a serem realizadas a partir da próxima quarta-feira (24) serão as abordagens sociais, que passarão a ser diárias. O trabalho, que contará com apoio da Polícia Militar, visa orientar os moradores de rua sobre a ajuda ofertada pelo Município e por entidades assistenciais.

Nos últimos tempos, muitos moradores e comerciantes de Campo Verde têm reclamado do importuno e das situações constrangedoras causadas por quem vive nas ruas.

Para tentar reduzir esse problema, conforme informou a secretária de Planejamento e de Desenvolvimento Econômico, Simoni Borges, comerciantes e empresários locais serão orientados a registrarem Boletim de Ocorrência nas situações em que se sentirem prejudicados ou importunado pelos moradores de rua.

A orientação vale também para os demais moradores, que devem procurar a Polícia sempre que se sentirem constrangidos, ameaçados ou importunados por pessoas que vivem em situação de rua.

De acordo com a secretária, apesar do trabalho realizado pela Secretaria de Assistência Social e por entidades que prestam serviços sociais no município, os moradores de rua ou as pessoas que vivem em situação de rua, se recusam a receber ajuda e a mudar de vida.

Participaram da reunião, além da secretária Simoni Borges, o tenente da PM Santos Silva, a secretária de Assistência Social do Município, Rosilene Sanguini Schroeter, e o coordenador de Abordagem Social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Luiz Ricardo Souza.

Categorias: Assistência Social