Prefeito assina convênio com Ministério do Meio Ambiente que garante R$ 3,7 milhões para Campo Verde


Recursos serão utilizados na aquisição de equipamentos para o aterro sanitário e para a cooperativa de catadores de recicláveis

Prefeito Fábio Schroeter e o ministro do Meio Ambiente Ricardo Sales

O prefeito Fábio Schroeter e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, assinaram na quarta-feira (12), em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, convênio que garante o repasse de R$ 3,7 milhões para Campo Verde, valor que deverá ser utilizado em investimentos nos serviços de coleta e destinação de resíduos sólidos.

A assinatura do convênio ocorreu durante a realização da cerimônia de assinatura, pelo presidente Jair Bolsonaro, do decreto para a implantação do sistema de logística reversa de eletroeletrônicos em todo o Brasil. O repasse dos recursos faz parte da Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana, lançada em 2019, e do Programa Nacional Lixão Zero.

Campo Verde, conforme destacou o prefeito Fábio Schroeter, foi o único município de Mato Grosso contemplado com os recursos, que serão repassados por meio do Fundo de Direitos Difusos do Ministério da Justiça e do Ministério do Meio Ambiente.

Os valores, informou o prefeito, serão utilizados na compra de equipamentos para o aterro sanitário e para a Cooperativa de Trabalho de Manejo e Reciclagem de Resíduos Sólidos (Cootramar), responsável pela coleta seletiva no município. “Portanto, levando mais qualidade de vida e mais qualidade ambiental para nossa cidade”, frisou.

O prefeito destacou também o trabalho desenvolvido pelos engenheiros da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, Rubens Anunciação Júnior e Airton Cervieri, na elaboração do projeto a agradeceu a empresa alemã G.I.Z pela parceria e assessoria.

“Quero agradecer a todos que estiveram envolvidos nessa ação – em especial ao secretário de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, Gessy Matheus Ventura e toda sua equipe –  que resultou nessa importante conquista para nossa cidade e para nossa população. Com certeza, com esses recursos vamos poder melhorar, e muito, toda a nossa política de coleta e destinação final de resíduos sólidos, garantindo mais saúde para nossa população e mais proteção para o nosso meio ambiente”, disse.

Categorias: Gabinete