Merendeiras da Rede Municipal de Educação participam de Desafio Culinário




Luciene Apolônio da Silva foi uma das classificadas para a fase final do Desafio

Como parte do Programa Cidade Empreendedora e Sustentável, desenvolvido pelo SEBRAE/MT e no qual Campo Verde está inserido, oito merendeiras da Cozinha Piloto e de escolas de rede municipal de Educação, participaram no último sábado (9) da primeira etapa do Desafio Culinário.

Realizado na Cozinha Piloto, o desafio teve como objetivo fomentar o uso de alimentos produzidos pela agricultura familiar como forma de garantir qualidade nutricional da merenda servida aos alunos.

Cada uma das participantes recebeu R$ 30 para aquisição dos produtos, que foi feita na Feira Livre Municipal, e depois tiveram que prepara-los focando sempre na preservação dos nutrientes, na criatividade e na aparência dos pratos, que foram avaliados por um corpo de jurados.

Merendeira da Cozinha Piloto, Luciene Apolônio da Silva foi uma das classificadas na primeira etapa do Desafio. Ela preparou costelinha suína com molho de banana da terra e arroz como acompanhamento.

“Eu achei muito interessante. Para quem gosta de cozinhar realmente, de fazer merenda, é muito importante e também valoriza os produtores que sobrevivem da agricultura familiar e garante mais qualidade da merenda. São alimentos muito bons. Valeu pela experiência”, disse ela.

Nutricionista da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Letícia da Silva Nunes também destacou a importância de se fomentar a agricultura familiar, garantindo maior rendimento financeiro aos produtores e proporcionando alimentação saudável aos alunos.

No próximo dia 12, as cinco merendeiras que se classificaram na primeira fase disputam a final do Desafio, que será realizada durante o II Seminário da Agricultura Familiar no Centro de Atendimento ao Idoso Beno Jhonner, com início às 7h00.

Além de Luciene, participam da final do Desafio Culinário as merendeiras Divina Maria Pereira, da Cozinha Piloto; Arinéia Pereira da Silva, da Creche Padre João Hennig; Ana Maria de Moraes, das salas anexa da Escola Municipal José Garbugio, no Assentamento Dom Osório; e Valda Aparecida Barreto Miranda, da Creche Francisco Tirado de Aragão Filho.