Exportações de Campo Verde aumentaram em 55% nos dez primeiros meses de 2019


Com 259,91 milhões de dólares comercializados com o exterior, município ocupa a 14ª posição no ranking das exportações de Mato Grosso

Campo Verde, embora tenha uma área produtiva menor que a de muitos outros municípios de Mato Grosso, com cerca de 250 mil hectares cultivados com soja, algodão e milho, possuí um considerável volume de exportações, ocupando a 14ª posição no ranking dos exportadores mato-grossense.

Essa posição está sendo garantida graças ao desempenho das commodities produzidas no município no mercado externo. Para efeito de comparação, entre janeiro e outubro desse ano, as exportações de Campo Verde aumentaram em 55% em relação ao mesmo período de 2018. “Isso representa maior volume de dinheiro circulando na cidade, mais geração de renda e de empregos”, destacou o prefeito Fábio Schroeter.

De acordo com os dados do Ministério da Economia, Comércio Exterior e Serviços disponíveis na Internet, em 2018 Campo Verde exportou US$ 167,42 milhões entre janeiro e outubro. Em 2019, o volume de exportações foi de US$ 259,91 milhões no mesmo período, um aumento de US$ 92,49 milhões.

“Esse aumento aquece a economia local e reflete em outros setores, como o comércio, a prestação de serviços e a construção civil. O desempenho do agronegócio movimenta toda uma cadeia de setores e isso reflete na economia do município como um todo”, observou o prefeito Fábio Schroeter.

De acordo com o Ministério da Economia, Comércio Exterior e Serviços, o algodão liderou as exportações, com 65% de todo o volume comercializado com outros países. Em segundo lugar aparece a soja, com 23% e o milho, com 11%.

O maior parceiro comercial de Campo Verde em 2019 foi a China, país para onde foram exportadas 39% das commodities produzidas no Município, o que dá em valores US$ 100,56 milhões.

A Turquia aparece em segundo lugar, com 12%, seguida pelo Vietnã, com 11%, Indonésia, com 8% e Bangladesh, com 7,6%. Países como Malásia, Coreia do Sul, Taiwan, Japão, Paquistão, Índia, Espanha e Irã também foram o destino das commodities produzidas em Campo Verde. Em 2018 foram produzidas em Campo Verde 360.750 toneladas de algodão em pluma, 511.500 toneladas de milho e 693.000 toneladas de soja.