Cirurgias ortopédicas vão devolver a qualidade de vida aos pacientes


Administração Municipal de Campo Verde, por meio da Secretaria de Saúde, está investindo R$ 195,1 mil na realização de cirurgias de joelho e braço

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Verde está realizando desde a última sexta-feira (11), um mutirão de cirurgias ortopédicas de joelho e braço, que vai beneficiar 32 pacientes que aguardam pelos procedimentos há mais de três anos. Até agora 23 procedimentos já foram realizados no Hospital Municipal Coração de Jesus.

Conforme informou o secretário municipal de Saúde, Altair Timóteo de Araújo, para que o mutirão pudesse ser realizado, a Administração Municipal investiu R$ 195,1 mil. Desse total, R$ 100 mil são de recursos próprios e R$ 95,1 mil do governo federal repassados por meio de emendas parlamentares.

De acordo com o secretário, o tempo de espera dos pacientes pelas cirurgias motivou a realização do mutirão. Por ser um procedimento de alta complexidade, o Governo do Estado é o responsável por esse tipo de atendimento, porém, como a demanda do Município não estava sendo atendida, optou-se pela realização do mutirão.

“Montamos um projeto, apresentamos para o prefeito Fábio (Schroeter), que prontamente aprovou, e após nós trabalhamos com a equipe e com o Hospital (Municipal Coração de Jesus) e fomos agendando os pacientes que tinham interesse em fazer as cirurgias”, informou.

O secretário destacou que cirurgias ortopédicas são procedimentos caros, mas que, por meio do mutirão, os custos foram reduzidos. Cada cirurgia, de acordo com Araújo, custará para o Município entre R$ 4 mil e 7 mil. Na rede particular, o preço é superior a R$ 20 mil.

As cirurgias, segundo ele, vão permitir que os pacientes atendidos possam ter uma rotina normal. “Temos pacientes na ortopedia com limitação até mesmo de se locomover ou praticar outra atividade física. Ele fica totalmente limitado. Nós temos pessoas que estão aguardando o procedimento que tem a necessidade e nós temos trabalhado para dar uma resposta positiva, que é o que a secretária de Saúde de Campo Verde busca. Nosso intuito é trazer saúde para a população, é restituir a qualidade de vida dos nossos pacientes”, disse.

Para que os procedimentos cirúrgicos pudessem ser realizados, a Secretaria Municipal de Saúde locou os equipamentos necessários e contratou a equipe médica, iniciativa que foi destacada pelo ortopedista Leandro Augusto Filippos Teodoro. “São cirurgias realizadas por vídeo e que demora muito para serem realizadas pelo Estado e o Município realmente não tem essa obrigatoriedade de estar realizando esses procedimentos, mas se dispôs a fornecer o material para a gente conseguir fazer esse tipo de cirurgia”, disse ele.

Categorias: Saúde