Prefeitura de Campo Verde investe acima do exigido pela RLF em Saúde e Educação




Números foram apresentados durante Audiência Pública na última quinta-feira

A Prefeitura de Campo Verde, a exemplo dos últimos três anos, continua investindo valores acima dos determinados pela Lei em setores prioritários como Educação e Saúde, e controlando custos onde os gastos são limitados.

Na manhã de quinta-feira hoje (26), os investimentos puderam ser comprovados durante a Audiência Pública realizada no Plenarinho da Câmara de Vereadores e onde foram apresentados os números referentes ao segundo quadrimestre de 2019 pela secretária municipal de Fazenda Leila Silvia Camilo.

De acordo com a prestação de contas apresentada, o Município investiu em Saúde 29,85% do orçamento aprovado para 2019, durante o segundo quadrimestre, que compreende os meses de maio a agosto. O mínimo estabelecido pela Lei é de 15%.

Na Educação, setor em que os investimentos não podem ser menores que 25%, a Administração Municipal de Campo Verde investiu 31% do orçamento previsto para 2019 no segundo quadrimestre.

Outro item em que o limite máximo estabelecido pela LRF está sendo cumprindo à risca pela Administração Municipal é a despesa com pagamento de pessoal. De acordo com a prestação de contas apresentadas, a Prefeitura tem comprometido 43,6%, quando o máximo permitido é 54%.

De acordo com o prefeito Fábio Schroeter, esses resultados só têm sido possíveis graças ao planejamento eficiente das ações e o gerenciamento correto dos recursos. Entre janeiro e agosto desse ano, a receita corrente (arrecadação) do Município foi de R$ 103,7 milhões. As despesas empenhadas no mesmo período foram de R$ 100,7 milhões.

Categorias: Finanças