Ecoponto: mais uma ação da Prefeitura na preservação do meio ambiente




Ecoponto conta com caçambas para depósito dos resíduos

Inaugurado no último dia 12, o Ecoponto já está funcionado, recebendo diariamente resíduos em pequena quantidade que não são recolhidos pela coleta comum ou pela seletiva. O espaço, todo murado, conta com guarita e containers para depósito dos materiais.

Conforme explicou o engenheiro sanitarista da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, Rubens Anunciação Júnior, os resíduos devem ser levados até o Ecoponto pelos moradores.

Depois de uma semana de funcionamento, Rubens avalia que já há uma adesão por parte da população e uma conscientização maior sobre o destino correto dos resíduos, mas, segundo ele, é preciso mais. “A gente quer que essa demanda cresça para que a gente consiga cada vez mais otimizar essa estrutura”, disse ele.

O engenheiro sanitarista explicou que o Ecoponto foi criado para receber o lixo domiciliar em volumes que não ultrapassem cem quilos. “Aquele material que você não teve a oportunidade de lançar no caminhão compactador ou da coleta seletiva, você tem a oportunidade de trazer aqui no Ecoponto”, explicou.

De acordo com a regras do Ecoponto, podem ser depositados pela população – separadamente – nos containers, restos de pequenas reformas, móveis, estofados, computadores, restos de jardinagens como folhas, galhos e grama; pilhas, papel, papelão, vidros, madeira, lâmpadas e plásticos.

Como esse material não era coletado em função do volume ou até mesmo do processo que o aterro sanitário tem que realizar, a população, observou o engenheiro sanitarista, acabava tendo que deixar os resíduos em terrenos baldios, nas margens de rodovias ou mesmo na zona rural. “Para que isso não aconteça, a Prefeitura estruturou o Ecoponto para receber todo esse tipo de material”, destacou Rubens.

Conforme explicou Maria Eduarda Santos Souza, cooperada da Cooperativa de Trabalho e Manejo de Recicláveis (Cootramar), responsável pelo recebimento no Ecoponto, os resíduos, depois de depositados nos containers recebem destinação correta.

“Restos de jardinagem são levados para o viveiro onde são transformados em adubo; papel e outros materiais que podem ser recicláveis vão para a Cootramar; madeira são levadas para empresas que as utilizam como lenha; restos de construção são encaminhados para um espaço destinado pela Prefeitura perto do Rio das Mortes, e o que é rejeito vai para o aterro sanitário”, explicou Maria Eduarda.

Horário de funcionamento e localização

O Ecoponto está localizado na Rua Acre, no bairro São Lourenço, abaixo da Companhia de Polícia Militar e funciona de segunda à sexta-feira das 8h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h00. Aos sábados o funcionamento é das 8h00 às 12h00.

Ao depositar os materiais no local, os moradores têm o veículo o endereço identificados para que a Secretaria de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente possa mapear quais a regiões da cidade produzem mais resíduos.

“O Ecoponto é mais uma oportunidade de gestão adequada de resíduos no município”, observou Rubens Anunciação Júnior. “Então a gente quer cada vez mais divulgar esse serviço que a Prefeitura vem prestando para que a gente consiga ter cada mais adesão da população e consequentemente menos resíduos em terrenos baldios, margem de rodovia e lugares inadequados. É responsabilidade de todos a gestão adequada (dos resíduos), manter a cidade limpa. Então a gente oferece esta estrutura, mas precisamos da adesão da população para que isso funcione efetivamente”, ressaltou.