Farmácia Municipal atendeu 3,6 mil pessoas em fevereiro




A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Verde fechou esta semana os números da Farmácia Municipal referentes ao mês de fevereiro. De acordo com o balanço foram atendidas entre o dia 1º e o dia 28, 3.620 pessoas, que tiveram acesso a vários tipos de medicamentos. Por mês 251.949 itens são fornecidos diretamente aos pacientes.

Conforme destacou o secretário municipal de Saúde, Altair Timóteo de Araújo, a Farmácia Municipal oferece atualmente 182 tipos de medicamentos. Segundo ele, as faltas no estoque correspondem a 4,05% desse total.

Ele explicou que 0,5% dos medicamentos que faltam no estoque da Farmácia Municipal estão em falta em todo o País. “A Amitriptilina, por exemplo, ficou em falta por 60 dias por questão de fabricação. O fornecedor não tinha disponibilidade para entregar para nós, por isso tivemos essa falta”, esclareceu Araújo.

O secretário explicou também que 0,75% dos medicamentos em falta já foram comprados, faturados e aguardam apenas a entrega pelos fornecedores, 2,19% estão com as compras solicitadas e 0,61% estão em falta porque os fornecedores desistiram da venda.

As despesas do Município com a Farmácia Municipal somam mensalmente R$ 66 mil em média. Desse montante, R$ 46,3 mil são referentes à aquisição de medicamentos. O restante é com pagamento de servidores, aluguel do prédio, equipamentos, materiais de consumo, pessoal, encargos e serviços em geral.

De acordo com Araújo, dos valores totais investidos mensalmente na Farmácia Municipal, 59% são de recursos do Município, 27% são do Sistema Único de Saúde (SUS) e 14% de financiamento da Secretaria Estadual de Saúde. “Nós estamos com as contas em dia, com os medicamentos, na grande maioria com estoque. Nós temos hoje 96% dos medicamentos preconizados na REMUME (Relação Municipal de Medicamentos Essenciais) sendo entregue na Farmácia”, enfatizou.

Categorias: Saúde