Secretaria de Obras recebe dois novos caminhões para a coleta de lixo




O prefeito Fábio Schroeter fez a entrega de mais dois caminhões coletores de lixo para a Secretaria Municipal de Obras e Viação na tarde da última terça-feira (29). Os veículos foram adquiridos com recursos próprios.

Um dos caminhões havia sido entregue à Administração Municipal há pouco menos de um mês e já estava sendo utilizado nos serviços. No total foram investidos R$ 570 mil. Em 2015, o Município investiu R$ 311 mil de recursos próprios na aquisição de um caminhão coletor com capacidade para 19 toneladas.

De acordo com o prefeito Fábio Schroeter, o investimento feito na renovação da frota da limpeza pública é importante porque vai proporcionar maior qualidade na realização dos serviços. “Coleta de lixo é um serviço essencial para a nossa população”, disse o prefeito.

Mais uma vez, Fábio Schroeter lembrou que, além de servidores, é preciso maquinário em boas condições. “Temos ainda alguns caminhões muito velhos que não têm praticamente condições de trabalhar”, observou. “Por isso que a gente tem feito um esforço muito grande em adquirir equipamentos novos e dessa forma ter mais tranquilidade”, completou.

Fábio destacou que dos valores investidos na compra dos novos caminhões, R$ 150 mil foram do Fundo Municipal do Meio Ambiente. “E o restante, mais de R$ 400 mil, é recursos próprios da Prefeitura. E de onde vem esses recursos? Vem do IPTU que você paga, vem dos impostos que você paga, cidadão. O Município está fazendo bom uso do recurso e devolvendo isso para a população campo-verdense”, frisou o prefeito.

O secretário municipal de Obras e Viação, Fabiano Teruel destacou que os caminhões recebidos na terça-feira pela sua secretaria, por serem novos, vão proporcionar maior agilidade na realização dos serviços. Ele também lembrou que os antigos caminhões, devido ao tempo de uso, quebravam com frequência e isso, além de prejudicar os trabalhos de coleta, aumentava os custos para o Município com a manutenção.

De acordo com Teruel, por dia são recolhidas entre 60 e 70 toneladas de lixo na área urbana de Campo Verde. Ele lembrou que a coleta é realizada também em comunidades rurais, como a Agrovila João Ponce de Arruda, Capim Branco e Taperinha. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Gabinete