Em Campo Verde, gestantes recebem atenção especial


Secretaria Municipal de Saúde desenvolve trabalho que garante uma gravidez segura e um parto tranquilo

A gravidez é um dos momentos mais marcantes na vida de uma mulher. Nada se compara à emoção de gerar uma vida a partir da própria. E de tão especial que é gerar um novo ser, o dia 15 de agosto e dedicado às gestantes.

Os noves meses da gravidez são marcados por emoções, como alegria, ansiedade e apreensão. E nesse período as futuras mamães precisam de atenção e cuidados especiais. Em Campo Verde, a Secretaria Municipal de Saúde tem trabalhado para que, além de uma gestação tranquila, as mulheres possam ter um parto seguro.

Para isso o Centro Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) oferece gratuitamente acompanhamento médico feito por ginecologista e desenvolve uma série de ações, como palestras e orientações com assistentes sociais e psicólogos sobre planejamento familiar, saúde, cuidados com o bebê e doenças sexualmente transmissíveis.

Grávida de noves meses e prestes a dar à luz uma menina, a garçonete Elisangela Castro da Silva (22) é uma das mães atendidas pelo CAISM. “No meu caso resolveu bastante coisas. Os ultrassons que pediram foram feitos. Estou satisfeita”, disse ela.

Mas não é só no CAISM que as gestantes têm atenção especial. “Desde o postinho é tranquilo”, disse Géssica Lais Vilhame Aragão, que espera o primeiro filho. E quem veio de fora se surpreende com o atendimento ofertado. “Eu iniciei o pré-natal em Cuiabá. Cheguei aqui numa semana e na outra já passei pelo obstetra”, destacou Larissa Xavier (23), grávida do primeiro filho.

Durante as consultas, conforme informou Yara Alecrim Andrade Prati, enfermeira responsável pelo CAISM, são feitas a checagem das vacinas e dos exames agendados e agendados novos exames, quando necessário.

O atendimento, de acordo com ela, é feito através do encaminhamento do PSF e agendado por telefone, sem que haja a necessidade de a mãe ir até o CAISM para isso. “E ao final da consulta elas já saem com a próxima marcada”, frisou a enfermeira.

De acordo com Yara, por mês são atendidas em média 150 gestantes e realizados 250 atendimentos, como consultas, vacinação e exames de ultrassonografia. E dentro das ações voltadas ao planejamento familiar, também são feitas vasectomias. Tudo gratuitamente. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Saúde