Águas de Campo Verde identifica vazamentos na rede de abastecimento com a tecnologia de geofonamento




Para manter a eficiência no combate ao desperdício de água e reduzir as perdas no sistema de abastecimento, a Águas de Campo Verde realiza o serviço de geofonamento no município. O trabalho teve início nesta semana e é realizado com o geofone, um aparelho semelhante ao estetoscópio dos médicos, que permite detectar e filtrar ruídos no subsolo, apontando prováveis vazamentos não visíveis na rede de distribuição de água.

 

A iniciativa é uma das ações de combate a perdas de água desenvolvida pela concessionária na cidade. Nesta primeira etapa, serão vistoriados mais de 80 km de rede de abastecimento nos bairros Jardim Campo Verde, Cidade Alta I e II, Recanto dos Pássaros, São Miguel, Santa Rosa, Bordas dos Lagos, Jardim América, Bela Vista, Condomínio Palmeiras, São Lourenço, Belvedere, Green Ville e Jupiara.

 

A ação é executada por uma equipe uniformizada da Águas de Campo Verde e que atua no período noturno. O gerente de operações da concessionária, Robson Cunha, explica que o equipamento é muito sensível ao som, por isso, para garantir a eficiência do serviço, a ação é realizada durante a noite, quando há menos interferência de barulhos, principalmente do trânsito.

 

“O trabalho de geofonamento é importante para identificar as possíveis perdas de água que ocorrem na rede de distribuição, contribuindo para a disponibilidade e manutenção de recursos hídricos. Além de combater o desperdício de água na rede de distribuição, a iniciativa beneficia o meio ambiente e a população, garantindo a preservação dos recursos hídricos, maior oferta de água para os moradores e melhoria da qualidade dos serviços”, ressalta Cunha.

 

Para mais informações sobre ações realizadas pela Águas de Campo Verde, acesse www.aguasdecampoverde.com.br. (Assessoria/Águas de Campo Verde)