Semana do MEI teve recorde de participação em Campo Verde




Realizada pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Campo Verde em parceria com o SEBRAE/MT entre os dias 8 e 12 de maio, a Semana do Microempreendedor Individual, teve um número considerado recorde para as cidades do interior. De acordo com o Altair Donizete Restani, secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, foram ofertadas 250 vagas para as oficinas e palestras e preenchidas 232.

Voltadas ao empreendedorismo e gestão foram realizadas as seguintes oficinas: “Empreendedorismo para Começar Bem”, “Sei Vender?”, “Plano de Negócios para Começar Bem” e “Vitrines que Vendem”. O tema da palestra ministrada foi “Os Benefícios de se tornar MEI”. Com foco na educação financeiras, as oficinas foram: “Sei Controlar Meu Dinheiro?”, “Sei Formatar Preço?”.

Todos os participantes receberam certificados de participação, entregues na sexta-feira (12) à noite no estande montado na Praça João Paulo II com a presença do prefeito Fábio Schroeter, um entusiasta da capacitação que, segundo ele, é a mais importante ferramenta para se alcançar o sucesso.

“Não tem como você ter sucesso numa empresa se você não buscar o conhecimento, não buscar entender o mercado, de que forma você pode buscar o cliente, como se faz para fazer a gestão das suas empresas. Então isso aí para o pequeno – e quanto menor, é mais importante”, analisou.

Fábio, que tem experiência como empresário, destacou que para quem está iniciando em uma atividade, estar preparado é fundamental. “Por isso que nós tomamos essa iniciativa com a ajuda do SEBRAE para poder proporcionar isso para os empresários de Campo Verde, principalmente para os MEI”, destacou.

Ele lembrou que Campo Verde, por ser uma cidade que registra um crescimento constante, oferece muitas opções de investimentos e os empreendedores devem estar preparados para aproveitá-las. “Nosso município gera oportunidade demais para quem tem vontade, para quem corre atrás, pra quem busca conhecimento. Esse trabalho que nós fizemos ao longo dessa semana foi importantíssimo e teve uma participação muito grande das pessoas e eu acredito que vai ser preciso ampliar ainda mais nos próximos. A gente ficou muito satisfeito com o resultado”, disse.

Altair Donizete Restani atribui o sucesso da Semana do MEI ao empenho da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, à estrutura montada na praça João Paulo II com duas salas de aulas, e ao planejamento elaborado, que facilitou o acesso dos interessados em participar das oficinas e da palestra. “Nós tivemos várias pessoas que perguntaram o que era e que já entraram para a sala [de aula] e daqui foram participar dos treinamentos das oficinas oferecidas”, lembrou.

Uma das participantes foi Damiana Mota, que atua no ramo de lanchonete. Segundo ela, os treinamentos foram muito bons e vão ajuda-la no seu empreendimento. “Montei minhas coisas sozinhas mesmo, mas eu precisava dessa oportunidade. Então graças à Prefeitura e a Secretaria [de Indústria, Comércio e Turismo], eu vim, participei e aprendi muito. Hoje eu posso falar pra qualquer um que pode vir que vale à pena”, disse.

Trabalhando no setor de embalagem, Paulo Henrique está começando seu negócio e avaliou positivamente a participação nas oficinas e na palestra ofertadas. “A Semana do MEI foi uma semana que enriqueceu os participantes. Ela veio para contribuir, para somar. Foi uma oportunidade de estar com um grupo, de relembrar o que eu já tinha visto antes, mas, principalmente, fomentar novas ideias”, disse ele. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV).