Pacientes do CAPS têm manhã de pescaria




Os pacientes do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) da Secretaria Municipal de Saúde tiveram uma manhã diferente nesta quinta-feira: participaram de uma pescaria seguida de um piquenique no Parque das Araras, um dos lugares mais bonitos e agradáveis de Campo Verde. Homens do Corpo de Bombeiros, cuidaram da segurança dos participantes.

A atividade, de acordo com a diretora do CAPS, Aliciane Andrade, foi pensada como forma de proporcionar aos pacientes, momentos de descontração e relaxamento em um ambiente agradável e cheio de belezas naturais.

Esse contato com a natureza, conforme destacou a diretora do CAPS, fortalece os vínculos entre os pacientes, reduz os estresse e contribui para uma maior eficiência do tratamento. “Cada vez mais as pesquisas têm mostrado que a falta da natureza tem nos prejudicado muito. A gente não tem nem como avaliar o benefício que isso traz para o paciente”, ressaltou Aliciane.

Psicólogo do CAPS, Orivaldo Salles também destacou a importância e os benefícios das atividades ao ar livre para os pacientes. “Essa atividade é muito importante no sentido de produzir um relaxamento, de produzir uma redução das tensões”, observou.

Tá nervoso? Vá pescar! – O ditado popular, de acordo com Salles, se aplica muito bem à atividade desenvolvida na manhã desta quinta-feira. “Para os pacientes do CAPS isso é muito mais importante. Toda a dificuldade psicológica que existe pode ser amenizada, pode ser reduzida com momentos de lazer, de pescaria”, observou.

Pesca proibida – Responsável pelo Parque das Araras, o servidor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, Airton Servieri, alertou que a pesca no lago do Parque das Araras é proibida. A liberação para os pacientes do CAPS, conforme destacou Servieri, foi feita em caráter excepcional. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)

Categorias: Saúde