Maxloader apresenta projeto da unidade que será construída em Campo Verde




projetoO diretor da Maxloader, empresa que atua na montagem de máquinas da linha amarela, Juliano Biazus, apresentou na tarde desta quarta-feira (18) uma prévia de como deverá ser a planta industrial que será construída em Campo Verde ao prefeito Fábio Schroeter e ao secretário de Indústria, Comércio e Turismo Aparecido Rudnick.

Com Biazus estavam também o diretor comercial da empresa Cleiton Paulo Orso, além de Bruno Henrique e Jean Carlos Schimitz, que fazem parte do departamento comercial da Maxloader.

De acordo com Biazus, inicialmente será construído um bloco com 1,2 mil metros quadrados para a montagem das máquinas e uma área administrativa com 400 metros quadrados. Mais cinco blocos com 1,2 metros quadrados serão construídos numa segunda etapa, provavelmente no próximo ano, totalizando 7,2 mil metros quadrados.

A área negociada pela empresa com a Prefeitura de Campo Verde tem 40 mil metros quadrados, o que permite a construção de amplo espaço para depósito das máquinas, área de manobra para carretas e caminhões, e estacionamento. “O projeto não está finalizado, é o primeiro esboço, mas a gente quer manter aqui a mesma identidade visual que temos no Sul”, explicou Juliano Biazus.

O projeto apresentado ao Fábio Schroeter demonstra também a preocupação da empresa com o social, pois prevê a construção de uma área de lazer e convivência para os funcionários formada por campo de futebol gramado, campo de areia, lago e playground. “Estamos estudando também a criação de uma creche para atender os filhos dos colaboradores”, acrescentou Biazus.

De acordo com o diretor, a empresa aguarda apenas a regularização da documentação e as licenças necessárias para que as obras sejam iniciadas.  A Maxloader, que tem sede em Passo Fundo (RS), vai montar em Campo Verde três modelos de pás-carregadeiras e será a única no Centro-Oeste brasileiro a atuar nesse segmento. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação/ASCOMCV)