Campo Verde sediou Workshop sobre venda direta para merenda escolar




IMG_5062-1Cerca de 150 pequenos produtores rurais de Campo Verde e de municípios da região, participaram na última quinta-feira (10) de um workshop sobre venda direta para a merenda escolar.

Realizado pelo SEBRAE, com o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, o evento contou também com a participação de servidores públicos de cinco cidades que atuam diretamente ligados ao setor de compras das prefeituras. Além de Campo Verde, Planalto da Serra, Nova Brasilândia, Primavera do Leste, Acorizal, Jangada e Nova Brasilândia mandaram representantes.

A compra de produtos hortifrutigranjeiros produzidos pela agricultura familiar para a merenda escolar é uma exigência do Governo Federal. A determinação é que 30% do que é consumido pelos estudantes venha das pequenas propriedades. Em Campo Verde, esse índice é de 16%. E foi justamente esse detalhe que levou o SEBRAE a realizar o workshop no município.

Porém, a causa do índice não ser alcançado não está na falta de interesse do Município em negociar com os pequenos produtores. Edson Silva Castro, coordenador de Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente de Campo Verde explicou que o percentual mínimo exigido pelo Governo não é atingido em razão da forte demanda por produtos hortifrutigranjeiros produzidos, essencialmente, nos assentamentos da Reforma Agrária.

Segundo ele, praticamente toda a produção é vendida para empresas localizadas em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis, com os compradores buscando os produtos nas propriedades, o que tira o interesse dos produtores em comercializar com o Governo.

As greves nas escolas da rede estadual de ensino também são fatores que prejudicam a compra direta. Há registro de que agricultores familiares que haviam comercializado com escolas estaduais perderam a produção devido à paralisação das aulas.

Para a supervisora de compras e licitações da Prefeitura de Campo Verde, Ana Carolina Santana Braga Blume, o evento foi de grande importância. “A palestra foi muito interessante porque esclareceu alguns pontos que a gente desconhecia para realizar uma chamada pública para esse tipo de compra”, disse ela. (Valmir Faria – Supervisor de Comunicação)

Categorias: Noticias