Intercâmbio proporciona integração cultural entre Brasil e Peru




Apresentações do grupo peruano foram marcadas pela alegria e o colorido das roupas

Apresentações do grupo peruano foram marcadas pela alegria e o colorido das roupas

A troca de experiências culturais entre os povos sempre esteve presente na história da humanidade e serviu para estreitar os laços de amizade entre países e propagar os costumes e tradições das nações.

Na última semana, Campo Verde pode viver essa experiência com as apresentações do Grupo Cultural Embajadores de La Cultura Peruana, de Lima, que levou a cultura do povo Inca à várias escolas da rede pública municipal.

O grupo, liderados pelo professor Orlando Xavier Rondoy veio ao município a convite da professora Edione Teixeira de Carvalho e, além das apresentações, ministrou oficinas a alunos e professores do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnológia e também a educadores e estudantes da rede municipal de Ensino.

Na sexta-feira à noite, o grupo fez uma apresentação especial na Casa da Cultura, que contou com a presença do prefeito Fábio Schroeter, da primeira-dama e secretária de Ação e Promoção Social, Rosilene Sangüine Schroeter, do presidente da Câmara, vereador José Humberto e de diretores de várias escolas do Município.

O prefeito Fábio Schroeter destacou a importância do intercâmbio cultural entre os países como forma de se preservar seus costumes e suas tradições. “Uma nação que não preserva sua cultura, perde sua identidade”, disse ele.

Durante a apresentação, o grupo Embajadores de La Cultura Peruana apresentou duas danças tradicionais, a “Anaconda”, típica da região amazônica peruana e outra do carnaval de Puno, onde está o lago Titicaca, o mais alto do mundo.

Como mostra do que é o universo cultural brasileiro, o grupo Invernada Cultura Espora de Prata, coordenado pelo Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação, apresentou números de dança gaúcha.

Ao final das apresentações, o grupo cultural peruano presenteou as autoridades de Campo Verde com peças artesanais típicas de seu país e recebeu em troca uma viola de cocho adornada com um lenço vermelho, simbolizando as culturas mato-grossense e gaúcha.(Valmir Faria – Supervisor de Comunicação)

A secretária de Educação e Cultura entrega viola de cocho ao professor Orlando Xavier

A secretária de Educação e Cultura entrega viola de cocho ao professor Orlando Xavier

Categorias: Noticias